Governo de MT contrata R$ 17 milhões sem licitação em serviços de saúde para tratamento de coronavírus

Governo de MT contrata R$ 17 milhões sem licitação em serviços de saúde para tratamento de coronavírus

  • 27/03/2020 19:54
  • Redação/Assessoria

O governo de Mato Grosso contratou R$ 17 milhões sem licitação em serviços e insumos para o tratamento de coronavírus na rede pública de saúde no estado. A medida foi divulgada no Diário Oficial do Estado (DOE) que circulou na quinta-feira (26).

 

De acordo com a Secretaria de Saúde de Mato Grosso (SES-MT), os dois contratos emergenciais sem licitação estavam previstos nos decretos anteriores do governo.

 

O estado tem 11 casos de coronavírus, sendo que oito deles são de Cuiabá.

 

Recentemente o governador Mauro Mendes (DEM) declarou situação de calamidade pública e situação de emergência diante do cenário da doença. Essas medidas ajudavam e facilitavam o estado a conseguir recursos e formas de administrar os hospitais de uma maneira mais rápida.

 

Segundo os documentos, a licitação prevê contratação emergencial de empresas para prestação de serviços administrativos, fornecimento de recursos humanos, recursos materiais, equipamentos, medicamentos e insumos farmacêuticos e outros itens necessários para o funcionamento de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

 

Serão contemplados 10 leitos adultos no Hospital Regional de Rondonópolis, 10 leitos adultos e 10 leitos neonatal no Hospital Regional de Sinop, e 10 leitos adultos no Hospital Regional de Alta Floresta.

 

Quatro empresas foram contratadas em valores que variam entre R$ 3,2 milhões e R$ 3,3 milhões, cada uma delas.

 

O segundo documento prevê a contratação emergencial de uma empresa especializada em prestação de serviços médicos para o Hospital Estadual Santa Casa, em Cuiabá. O valor do contrato é de R$ 4,1 milhões.

 

  • Fonte: Denise Soares, G1 MT