Mulher que salvou 4 crianças em incêndio é indicada para Medalha do Ato Heroico

Mulher que salvou 4 crianças em incêndio é indicada para Medalha do Ato Heroico

  • 04/06/2019 15:31
  • Redação/Assessoria

A Câmara de Sinop já tem o primeiro nome indicado para receber a Medalha do Ato Heroico. A honraria criada em março desse ano através de um projeto de lei de autoria do vereador Adenilson Rocha (PSDB), presta homenagem ao sinopense que arriscar a sua vida para salvar o próximo, sem que essa função seja obrigação da sua profissão.

 

A primeira indicação à medalha também foi do vereador Adenilson. Seu projeto de lei decreto legislativo 013/2019 foi encaminhado para as comissões competentes na sessão desta segunda-feira (3). A matéria indica a cidadã Sônia da Silva Reis.

 

Conforme o projeto, Sônia voltava do seu trabalho, caminhando pela Rua das Dracenas, no Jardim das Palmeiras, quando ouviu um pedido de socorro. Ela viu um incêndio em uma residência e correu para prestar auxílio. Sônia entrou na casa em chamas e conseguiu salvar 4 crianças, que saíram do sinistro ilesas.

 

O incêndio ocorreu no dia 17 de maio. Segundo o Corpo de Bombeiros, apenas dois cômodos da casa não foram queimados. Quando o fogo começou as crianças estavam sozinhas em casa. De acordo com informações apuradas no local, o avô tinha ido ao mercado, por alguns minutos.

 

Pelo heroísmo demonstrado, a Câmara de Sinop deve conferir a Sônia a primeira Medalha do Ato Heroico. O projeto de decreto irá passar pelas comissões da Câmara e, depois, votado em plenário por todos os vereadores.

 

ATO HEROICO

A medalha do Ato Heroico, pelo projeto de lei, prometia ser a mais “rara” honraria. Ela só será atribuída a quem tenha praticado um “ato heroico de salvamento da vida, com risco da própria vida, exceto quando em exercício da profissão, devendo existir provas concretas do feito para o reconhecimento”.

 

A medalha será cunhada em formato circular, com 5 cm de diâmetro, estampando o brasão de Sinop circundado pelos dizeres: Ato Heroico - Poder Legislativo de Sinop.

 

A lei estabelece ainda que a Câmara mantenha um livro próprio que anotará as medalhas concedidas em ordem cronológica, com os nomes dos agraciados, o número do Decreto Legislativo e a data da entrega da Medalha.

  • Fonte: Jamerson Miléski