Paciente está sem se alimentar há 4 dias por falta de equipamento para instalar sonda em Rondonópolis-MT, denuncia família

Paciente está sem se alimentar há 4 dias por falta de equipamento para instalar sonda em Rondonópolis-MT, denuncia família

  • 24/04/2019 15:41
  • Redação/Assessoria

Um idoso de 67 anos com suspeita de tumor no esôfago está há quatro dias sem se alimentar, sendo mantido apenas com soro e medicação. Ele está internado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Bairro Jardim Santa Marta, em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá.

 

Ele usava sonda havia um mês, mas o Hospital Regional, única unidade pública que oferece esse tipo de serviço no município, está com o equipamento quebrado.

 

A família de Anédio Norato de Araújo disse que os funcionários da UPA retiraram a sonda e não têm condições de colocá-la novamente.

 

Anédio foi encaminhado ao Hospital Regional nessa terça-feira (23) para o procedimento e foi mandado para casa, porque o equipamento está com defeito. Nessa quarta-feira (24), ele voltou para a UPA.

 

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde informou que a sonda precisou ser retirada, pois o paciente realizou um movimento que fez com o que a sonda se rompesse. No entanto, a UPA não possui estrutura para a recolocação. A secretaria disse ainda que a colocação da sonda é feita somente pelo HR.

 

“Em função do problema de saúde do paciente, que possui estreitamento grande para passar a sonda, o que exige que essa seja colocada por meio de videolaringoscopia, foi solicitada pela UPA uma vaga no HR. Caso a sonda que estava quebrada não fosse retirada, o paciente correria mais risco”, diz trecho da nota.

 

Já em relação ao aparelho quebrado do HR, a secretaria disse que é de responsabilidade do governo.

 

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) informou que o procedimento com a Sonda Enteral será realizado nesta quarta-feira.

 

O filho de Anédio, Niuzo Braz Araújo da Silva, contou que o pai tem dificuldades para se alimentar e estava usando a sonda havia um mês.

 

“Ele estava fraco, então o levamos para a UPA. Eles retiraram a sonda para colocar soro, mas disseram que não teria como colocar de volta por falta do equipamento usado para esse procedimento”, disse.

 

Niuzo disse ainda que funcionários da unidade de saúde informaram a família que o paciente deveria aguardar uma vaga no Hospital Regional para colocar a sonda de volta.

 

“Levamos ele para o HR, mas o médico disse que o aparelho estava quebrado e o mandou para casa. Ele está sem se alimentar e sem beber água, está fraco e, novamente, se encontra na UPA, pois o alimento dele agora é soro e medicação”, ressaltou.

 

A família também foi informada de que não há previsão de quando o aparelho será consertado.

 

Anédio realizou exame de biópsia para confirmar o diagnóstico do tumor e está aguardando o resultado.

 

  • Fonte: G1 MT