No 2º turno da eleição a presidente, eleitores de Planalto da Serra-MT também vão eleger novo prefeito

No 2º turno da eleição a presidente, eleitores de Planalto da Serra-MT também vão eleger novo prefeito

  • 18/10/2018 09:34
  • Redação/Assessoria

Os 2.495 eleitores de Planalto da Serra, a 254 km de Cuiabá, vão às urnas no próximo dia 28 para votar no presidente da República, no segundo turno das eleições, e também para eleger o próximo prefeito e vice-prefeito. O candidato eleito vai administrar o município até 2020.

 

Concorrem ao cargo o ex-prefeito do município Dênio Peixoto (PSD) e o vereador Natal de Assis (PSDB).

 

A eleição suplementar é realizada após a cassação dos mandatos da prefeita Angelina Benedita Pereira (PSDB) e do vice dela, Marcos Antônio Sampaio Rodrigues (PHS), por abuso de poder econômico e captação ilícita de sufrágio. Eles entregaram próteses dentárias a eleitores em troca de voto.

 

Após eles recorrerem contra a cassação e terem o recurso negado, a prefeitura ficou sob o comando do presidente da Câmara de Vereadores, Rosimar Alves Pereira (MDB).

 

Angelina e Marcos foram cassados em primeira instância em 2016 e recorreram ao Tribunal Regional Eleitoral, que manteve a decisão de primeira instância.

 

Conforme a denúncia da coligação adversária, foram feitos mais de 200 moldes e o contratado teria realizado o trabalho pedindo voto a cada um dos pacientes para a então candidata à reeleição.

 

Ainda segundo a coligação, a realização dos moldes “teria alterado significativamente o cenário eleitoral”. Na ação, ficou provado que 112 moldes foram feitos na ocasião.

 

A ação teria causado desequilíbrio ao pleito eleitoral. De acordo com o Pleno do TRE, a diferença de votos entre o primeiro e segundo colocado, naquela eleição, foi de 64 votos.

 

  • Fonte: G1 MT