Dono de chácara é executado com tiro na nuca após ser sequestrado; suspeito confessa latrocínio

Dono de chácara é executado com tiro na nuca após ser sequestrado; suspeito confessa latrocínio

  • 18/10/2018 09:21
  • Redação/Assessoria

A Polícia Civil prendeu nesta quarta-feira (17) Magno Luiz de Azevedo, 19 anos, suspeito de matar com um tiro na nuca José Antonio da Silva, de 55 anos.

A vítima havia sido sequestrada durante um roubo na “Chácara Santa Lúcia”, em Itiquira, a 359 km de Cuiabá.

O crime aconteceu no final da manhã de terça-feira (16), na chácara da qual a vítima era dona. José Antonio foi rendido enquanto andava de trator. Durante a ação criminosa, foram roubados televisores, motosserra e uma espingarda de pressão.

Durante as investigações, os policiais chegaram a uma quitinete no centro de Itiquira, onde foram localizados os produtos roubados da chácara de José Antônio.

No local, os policiais encontraram uma mochila com documentos de Magno.

Os policiais suspeitaram que uma motocicleta havia sido furtada por Magno para fugir.

Eles seguiram até o Assentamento Tio Elias e localizaram Magno conduzindo a motocicleta. O suspeito tentou fugir, mas foi detido por policiais.

Ele confessou o crime de latrocínio. Disse que matou José Antônio com um tiro na nuca e escondeu o corpo na região conhecida por “Eucaliptos”, coberto por galhos de árvores.

 

  • Fonte: Emerson Sanchez, TV Centro América